.

terça-feira, 29 de junho de 2010

Quem é vivo sempre aparece...

... pelo menos pra explicar o motivo do sumiço!



Se você vier me perguntar por onde andei nesse final de semestre, no tempo em que você sonhava, curtia a vida e passava o dia inteiro no MSN ou aqui no pequeno blog esperando novas postagens, de olhos abertos e cansados lhe direi: Amigo, eu me desesperava.

Sei que assim falando nem parece tão difícil, afinal eu ainda estou no 1º período, Letras não é tão impossível assim, e talvez penses que é exagero meu e esse desespero é moda em 73. Mas ando mesmo descontente, minhas notas despencaram em relação às primeiras avaliações (fora as que já vinham ruins desde o começo), o tempo vai passando, os prazos diminuindo, a quantidade de trabalhos aumenta de maneira absurda, provas e mais provas, e eu já começo a ficar sem saco pra mais nada.
Não sei mais o que fazer, e desesperadamente, eu grito. Em português, claro.



Tá aí a explicação pra quem andou perguntando por onde eu andava, reclamando porque eu não entrava mais no MSN, não postava quase nada no blog, nem no Twitter, blábláblá. Caloura em final de período é isso aí (lembrando sempre que a tendência é piorar... mas eu espero me acostumar com isso um dia.)

Prometo que em julho darei as caras por aqui com mais frequência. Ou não.






*Venho humildemente pedir aos raros e amados leitores desse blog que unam suas forças e seus pensamentos em nome de um bem maior, e façam uma corrente de fé e esperança pela minha aprovação em Cultura Portuguesa I. Tá complicado, difícil, eu diria até mesmo improvável. Mas impossível, jamais. Oremos.

**Musiquinha animadora
essa do Belchior, retrata bem essa fase conturbada. Embora eu prefira a versão feita pelo Los Hermanos...

"Eu quero é que esse canto torto feito faca corte a carne de vocêêês..."

Um comentário:

  1. isso ae tambem tava nesse sufoco ae de caloura em final de periodo haha , to te seguindo ,me segue tambem ?

    ResponderExcluir